domingo, 7 de abril de 2013

Lista de coisas que eu tô com saudade:

1. Do teu abraço usando casaco.
2. Do teu beijo demorado.
3. Do jeito que tu me olha, de te olhar distraído, das ruguinhas de riso do lado dos teus olhos e deles mesmos.
4. Do sorriso na tua boca.
5. De mexer no teu cabelo.
6. De deitar no teu colo e receber cafuné.
7. de dormir abraçada contigo.
8. Da tua voz, das bobagens que tu fala, das verdades que tu fala e das coisas bonitinhas também, tipo um "eu te amo" ou um "cê é mó bocó".
9. Do teu cheiro
10. Do perfume que tu usava a um ano atrás.
11. De ti naquele fim de tarde que a gente foi caminhar na praia e tava um frio horrível.
12. De ti de cueca branca.
13. Da tua risada.
14. De ti me puxando pro lado da calçada quando a gente caminha.
15. De te ver dirigindo.
16. De te dar a mão.
17. De te fazer cócegas.
18. De te morder.
19. De fazer frescurinha contigo.
20. De você me incomodando no banho enquanto eu passo frio no lado de fora.
21. De fazer pão de queijo contigo.
22. De assistir filme em casa e no cinema.
23. Da tua mão passando pela minha nuca.
24. Das nossas brincadeiras bobas.
25. De falar sobre pugs, pinguins e gatos.
26. De chegar de viagem na tua casa.
27. De para no posto em Rosário contigo e meu sogro pra tomar capuccino.
28. De conversar contigo pela web.
29. De ler nossas primeiras mensagens.
30. De cantar junto contigo.
31. De te ver de camisa/camisa xadrez/moletom/colete/terno.
32. De usar tua camisa.
33. Das nossas tardes e noites no hotel.
34. De ir no mercado contigo.
35. Te ver cozinhando, te ver brabo e te ver concentrado.
36. Te ver de chapéu (os que a gente comprou na praia).
37. De tirar foto das nossas alianças.
38. Das nossas férias de verão.
39. Rir e falar dos outros contigo.
40. De tentar dançar contigo.
41. Te dar presentes.
42. De ver tuas fotos de infância.
43. Dos dias frios contigo.
44. Das primeiras músicas que lembram a gente.
45. Friozinho na barriga.
46. De você me cuidando quando eu tenho ataque de rinite.
47. Do aniversário de 15 da Taís, queria poder voltar só pra viver de novo.
48. De conversar sobre livros contigo.
49. De ir a livrarias contigo.
50. De brincar com o Berada e a Piti.
51. De ir pra evento LEO contigo.
52. Do dia em que tu me deu a aliança.
53. De desenhar nossas aventuras.
54. De você me puxando pela cintura.
55. De você me provocando quando eu já tô braba só pra eu ficar mais braba ainda.
56. De te enviar e de receber coisas tuas pelo correio.
57. Da gente quebrando camas.
58. De te fazer passar vontade.
59. Da primeira vez que eu fui pra Alegrete conhecer tua família.
60. De te ver desenhando.
61. De te ver dormindo.
62. De você com ciúmes (mas só um pouquinho).
63. De ver os comentários quando a gente mudou o status de relacionamento.
64. De te ouvir falando sobre a tua vida, do que tu gosta, o que tu pensa.
65. Do teu cabelo vermelho.
66. Do teu brinco que eu acidentalmente tirei.
67. Ficar de preguiça contigo.
68. Escrever os textos que eu escrevia pra ti e ler os teus.
69. De você me ajudando a estudar matemática.
70. De te adular quando você ta precisando.
71. De você dengoso.
72. De você dando cabeçada de gatinho.
73. Dos 11 mandamentos que a gente criou.
74. Ser goidos juntos e depois botar a culpa sempre no último pedaço.
75. Torradinhas e leite com toddy.
76. De ir fazer furos na orelha com você.
77. De fazer brigadeiro pra você.
78. De você usando boné.
79. De planejar nosso futuro juntos.
80. De te ajudar a escolher roupas.
81. De ouvir música contigo.
82. De usar nossas xícaras que combinam.
83. De ir a lugares diferentes contigo.
84. De passar a madrugada conversando contigo no telefone.
85. De quase incendiar teu apartamento.
86. De usar teu casaco.
87. De você vestido de mafioso.
88. De ir te buscar na rodoviária.
89. De você me buscando na rodoviária.
90. De quando tu fica todo bobo por algo que eu falo ou faço.
91. De te ter do meu lado por mais de 5 dias.
Alguém me explica o porque amor a distância? Ou o por que dessas duas coisas existirem ao mesmo tempo? Tem algum sentido pessoas que se amam morarem longe? Por que ter que sentir saudade? Por que não se apaixonar por alguém daqui? Por que ninguém daqui tem aquela coisa que... Aquela coisa tipo vento de verão no rosto, aquela coisa que faz teu coração querer sair pela boca e parar ao mesmo tempo, aquela coisa, sim, aquela que faz teus olhos brilharem? Por que tão dificil? Por que complicado? Ou por que complicar e não só aceitar, viver? (porque somos pessoas desconfio) Tão diferente... Será porque diferente de muitos, o que eu precisava aconteceu em outro lugar, e um dia, seja por destino, por coincidência, por qualquer outra coisa banal ou mágica, eu encontrei? A vida é desconexa, ou muito bem pensada em todo esse emaranhado de vidas, de acontecimentos, de sentimentos de pessoas e da falta delas.

terça-feira, 7 de agosto de 2012

Saudade de escrever... não maior que a de você

            Eu nunca fui de correr atrás, ou muito menos chorar pela falta que alguém me faz. Sabe, eu nunca precisei de uma pessoa certa pra viver, nem de abraços e uma palavra de afeto no fim do dia. Eu sempre fui tão "pode ser, assim ta bom, ok", não acreditava nessas historinhas de amor, nem naquele papo de alma gêmea, feitos um pro outro. Mas, não sei, depois de você tudo desandou, eu mudei meu conceito, mudei minhas manias, e aquilo que eu achava que não precisava momento algum, se tornou essencial, assim como você. Por ironia ou não, eu passei a precisar do teu jeito, dos teus olhares e sorrisos, da tua voz e da forma como ela saia quando tu dizia que me amava. Eu comecei a precisar de tudo, tudo que envolvia você, e quem sabe nós. Entende? Tô dependente da gente. E se for pra continuar assim, eu continuaria, eu vou continuar, eu vou seguir em frente até o fim. Por que por você eu não tenho medo de perder minhas noites de sono, de ignorar meio mundo, nem nada disso, a única coisa que eu tenho em mente agora é poder te fazer feliz ao menos metade do que você me faz. 
Eu quero um futuro, e você presente nele (por um tempo enorme). Eu amo você {:


segunda-feira, 23 de julho de 2012


segunda-feira, 11 de junho de 2012

Feliz Dia Dos Namorados!

video

Sério, me impede de gravar mais vídeos... 
Ou eu não sei o que falar ou eu falo sozinha >.< aiouahoa
mas EU TE AMO e por mais que eu queira passar esse dia junto contigo, assim como todos os meus outros dias, essa distância não chega nem perto de me fazer pensar em mudar alguma coisa do que eu sinto por ti!
Promete que sempre vai lembrar disso?
P.S.: "bom diaaaa" porque eu ia te mostrar ele só amanhã :B

quinta-feira, 24 de maio de 2012

Coisas que eu ainda quero fazer com o meu namorado:


1.  Ir pra praia com ele
2. Ver o sol se pôr
3. Ir no cinema
4. Passear de mãozinha dada por aí de tardezinha
(eu sei que já fiz mas é que eu gosto muito)
5. Olhar ele cozinhar
6. Jogar vídeo-game e ganhar só pra poder rir dele
7. Assistir filme debaixo das cobertas
8. Ver pinguins de verdade com ele
9. Deitar em algum lugar pra ver as estrelas
10. A gente passear com o Sushi
11. Aprender a tocar violão pra tocar uma música pra ele
12. Viajar pra qualquer lugar
13.  Fugir com ele de madrugada sem ninguém saber
14. Aparecer de surpresa no apartamento dele um dia desses
15. Ajudar ele a comprar roupas
16. Ir num show
17. Acordar antes e fazer café da manhã
(dificuldade nível: 99)
18. Passar um dia inteiro sem fazer nada do lado dele
19. Beijo na chuva
20. Banho de banheira

Conforme eu vou me lembrando e querendo mais coisas vou aumentando minha lista... 
Sim, eu te disse que eu tinha uma lista >___<  eu amo você ♡

quarta-feira, 16 de maio de 2012

Tua, e só tua.

          E eu nem sei quando foi que comecei a achar bonito o teu sorriso. Nem quando comecei a passar alguns minutos olhando a tela do meu celular esperando alguma mensagem dizendo de que lembrou de mim ou qualquer coisa assim. Nem quando comecei a torcer pra você dizer que sentiu a minha falta ou que lembrou de alguma coisa que me envolva e sorriu, rapidamente, me fazendo pensar que não sou tão boba assim por pensar em você o tempo inteiro. Aliás, também não sei quando foi que passei a pensar em você o tempo inteiro. Eu acordo, passa o dia inteiro, vou dormir e só acontece você em mim. Eu nem sei quando foi que comecei a sorrir ao escutar o barulhinho de mensagem chegando, nem quando meu coração começou a dar pulos de alegria sem parar por ler um simples “meu amor” ou  "tô com saudade, sabia?". Nem sei quando comecei a sentir tua falta acima de qualquer coisa, ou desejar a tua presença nos lugares onde estou. Muito menos querer estar ao teu lado para cuidar de você ou, simplesmente, estar. Nem quando tive tanta confiança ao ponto de te contar os meus sonhos e segredos. Ou mesmo listar as minhas manhas e defeitos, sem medo de que você desistisse de mim. Eu nem sei quando foi que me tornei assim: tua, mas tão tua, que eu não sei mais ser minha. 

EU TE AMO >.<