segunda-feira, 26 de março de 2012

friozinho, coberta, chuva... mas cadê você?

video

Meu namorado pela primeira vez.


Como é que faz pra voltar esse fim de semana? Porque é só o que eu tenho desejado. Começando por sexta-feira de noite, adivinha se consegui dormir direito pensando que ia te ver no dia seguinte, era ansiedade demais, era saudade, era tudo misturado. Mas eu não tinha muita escolha fui dormir pensando em ti... Acordei feliz, o mais feliz possível que se pode acordar cedo em um sábado de manhã. Eu sabia que o “bom dia” hoje, era olhando nos teus olhos, mas a vontade é traiçoeira, claro que olhei pro telefone às 6:30, claro que esperei uma mensagem que sabia que não vinha, eu mesma tinha dito. E o frio na barriga? Como eu até tinha dito pra Bruna quando cheguei na cidade, não era friozinho na barriga, parecia que lá dentro tava nevando, ventando, chovendo e fazendo um frio de -462372 graus, eu tava nervosa pra caramba, exatamente como da primeira vez, e fiquei tão feliz que nada tinha mudado. Então lá estava eu, despretensiosamente sentada e de repente tu chegou, meu coração parou e o sorriso cresceu sem eu perceber. Será que dava pra perceber de longe que eu tava apaixonada? E já disse, depois do teu abraço e do teu beijo, te dar bom dia pessoalmente ta na lista das coisas que eu mais amo.
Acho que eu nunca passei tanta vontade como nessa RCD. Descobri que pior do que querer uma pessoa e ela estar longe é querer, saber que ela também te quer, ela estar do teu lado e você não poder fazer NADA! Precisei de muito autocontrole, pra não te beijar, pra não fugir de lá contigo... E as coisas só se tornavam mais difíceis só de sentir teu abraço, você ali tão perto, era crueldade aquilo! Apesar da vontade que passei, do Tio Lena olhando feio, do meu sono e da alcateia de cachorros, adorei demais nossa manhã.
Te dei o primeiro “tchau”, te dei outro “oi” de tarde, matei um pouco da saudade, passei um pouco de vontade. Mas eu queria que a noite chegasse logo, queria um tempo só pra gente. Te amo tanto... Amei cada segundo, cada olhar, cada sorriso, cada toque e cada palavra. Sempre disseram que eu me apegava demais nos detalhes, reparava demais, e acho que foi por isso que eu me apaixonei, tu me ganhou nos detalhes, nas atitudes. Não sei ainda bem como descrever como eu me sentia aquela hora, poder vestir teu moletom, ficar abraçada contigo no teu colo, te beijar devagar como se a gente tivesse todo o tempo do mundo, sentir teu cheiro que me faz esquecer de qualquer coisa e lembrar de tudo... Eu me sentia completa, segura e se tivesse escolha, escolheria fazer o tempo parar naquela hora, porque eu não queria estar em nenhum outro lugar no mundo. Só continuar lá... porque por mais forte que eu tente parecer, sou só mais alguém que precisa de outra pessoa que a cuide, que a ame.
Mas eu ainda não tenho esse poder, era inevitável a despedida. Quando eu sai pelo portão sabia que tinha deixado metade de mim contigo, faltava alguma coisa e eu não me conformava. Mais 5 dias pareciam tempo demais. Mas fui embora, tentei dormir e na manhã de domingo não aceitava ta longe de ti sabendo que a gente tava na mesma cidade. Será que eu faço mesmo isso? Será que vai dar tempo? Será que ele ia gostar? Que seja, me assegurei de que tu não ia sair tão cedo, peguei minhas coisas e caminhei até o outro lado da cidade só pra te ver mais uma vez. Enquanto eu ia, percebia como tu era importante pra mim, como eu não pensava duas vezes antes de fazer qualquer coisa por ti. Meu sorriso não se desmanchava.
Vou ter que pedir desculpas, mas eu ainda não consegui achar palavras suficientes pra nossa manhã. Entre um bom dia e um beijo, tu ia conseguindo descobrir jeitos que me faziam te querer cada vez mais, entre um abraço e um “eu te amo”, eu ia te provocando pra ti chegar cada vez mais pra próximo. Entre minha mão te puxando pra perto e um beijinho na ponta do nariz, tu ia me fazendo cada vez mais encantada por ti, entre uma mordida meio maliciosa no lábio e uma no pescoço, eu ia tentando te fazer entender o quanto eu não te queria longe, entre minha respiração rápida perto do teu ouvido e teu corpo colado no meu, eu ia mostrando como vai ser melhor ainda quando a gente tiver finalmente juntos daqui umas semanas...
T-E-A-M-O, entendeu? Mais que tudo, apesar de tudo, por tudo, não largo por nada. São só mais 5 dias, mas fica sabendo que em todos esses 5 dias eu vou lembrar do teu toque, do teu cheiro e de como as coisas felizes que aconteceram, como se você ainda tivesse aqui comigo.

sexta-feira, 23 de março de 2012

          Amor é quando eu mando uma mensagem dizendo que tenho saudades, é quando eu fecho os olhos e imagino você deitado do outro lado da cama me abraçando. Amor é quando eu olho pra uma foto nossa e fico pensando na minha sorte de ter encontrado alguém que eu ame mais que tudo, amor é quando eu mais preciso de ti e você tá lá comigo sem me abandonar de jeito nenhum. Amor é quando eu me sinto feliz em ver teu sorriso pro meu, é quando ouço tua voz de manhã e não paro de pensar no quanto queria poder te dar um beijo de bom dia. É quando a noite cai e as estrelas começam a receber pedidos de eternidade... Amor é quando a gente gosta sem fim, aquele mesmo gostar que te faz voltar a infância e escrever o nome do amor no caderno, é quando cada momento grande fica pequeno no adeus. Amor é gostar sem fim, é cuidar, querer e proteger, amor é relativo a felicidade. Amor sou eu e você. A felicidade somos nós dois.

Até amanhã (: 

quarta-feira, 14 de março de 2012

2 de março - 20:00, eu e você.

curtindo o vi, haha ♡
     Eu lembro direitinho, de todo o meu frio na barriga quando o carro encostou, e eu apesar de estar pulando de ansiedade por dentro fui o mais contida possível te encontrar, mas aí tu me beijo... E esquece se conter, eu tinha tudo o que mais queria nos meus braços e não ia me importar com mais nada. Era engraçado de certa forma, eu não senti nada sob os meus pés por alguns segundos, era amor ou você me levantando do chão? Que seja, foi nosso primeiro beijo.
     Consigo lembrar também de que eu nunca te vi tão feliz com um sorriso tão grande e bobo no rosto como nesse dia, me apaixonei mais ainda... E sabe porque as vezes eu parava um pouco longe de ti e ficava te observando, sem falar nada? Era porque eu tava tentando me convercer que tudo era real, que tu tava mesmo ali, e vou confessar, demorou um pouco pra cair a ficha!
          Torcia pra ti não poder ouvir meu coração que praticamente saltava do peito... Mas que pudesse ouvir meu eu te amo, finalmente dessa vez, baixinho do teu ouvido.

terça-feira, 13 de março de 2012

Tenho medo mesmo... ):

          É curtinho meu texto dessa vez, e isso com certeza se deve ao fato de que nem eu sei muito bem como explicar... Só sei que um maldito dia parei pra pensar na possibilidade de te perder. Mudei de pensamento no mesmo minuto, mas sabe tudo o que eu senti e percebi nesses 60 segundos?
          Meu coração se apertou de um jeito, que ficava difícil até de respirar, meus olhos, num ato completamente involuntário se encheram d'água, minha garganta se fechou e meu mundo quase que caiu nesse meio tempo. Só de imaginar. Você não fazendo parte da minha vida, eu não ouvindo mais tua voz antes de dormir ou quando acordar, não sentir mais teu cheiro muito menos teu beijo, não poder correr pro teu abraço cada vez que eu me sentir perdida, olhar pro teu sorriso e saber que não é mais por minha causa, não ouvir mais você me dizendo que eu sou tua, ou que me ama... Sei que ia doer demais, só não sei se eu ia aguentar. Porque afinal, eu não me imagino mais sem ti, tudo o que eu penso ou é você ou relacionado a você, não tem mais volta. Não quero que tenha volta, não quero que tenha fim, eu só quero você, pode ser? Tudo o que eu precisava agora era do teu abraço pra me mostrar o quanto tudo isso é bobagem da minha cabeça, tudo o que eu necessitava era tua voz no meu ouvido dizendo que nunca iria embora.
           Ta tudo bagunçado aqui na minha cabeça, não sei se fez muito sentido, também não escrevi metade do que eu queria, na verdade nem sabia como... Mas sei que eu te amo e que tu é tão importante pra mim, a ponto de eu não saber mais se ia ter rumo sem você aqui pra segurar minha mão.

sábado, 10 de março de 2012

Pra começar bem o dia...


video

P.S.: Falo muito rápido/baixo/enrolado, vai ter que aumentar o volúme! 
P.S.1.: A imagem é terrível porque gravei na webcam mesmo, uahauhauah.
P.S.2.: Eu te amo tanto que tu é a única pessoa que eu ia ser capaz de deixar me ver assim, sem maquiagem, descabelada, cara de sono e toda desarrumada só pra te dar bom dia :B

quinta-feira, 8 de março de 2012

Meu amor :)



"Longe de você eu enlouqueço muito mais eu vivo na espera de poder viver a vida com você"

Se eu fechar os olhos...


           Ainda consigo lembrar exatamente do teu cheiro, ainda consigo sentir a segurança do teu abraço e a tua respiração vezes calma, vezes acelerada perto do meu rosto, consigo ouvir a tua voz decidida mas ao mesmo tempo doce falando perto do meu ouvido o quanto me ama, consigo lembrar cada detalhe da maciez dos teus lábios e da vontade inegável nas tuas mordidas no canto da minha boca. Lembro até das minhas mãos procurando com urgência pela tua nuca, tentando, se ainda fosse possível, te trazer pra mais perto. Não que eu lembre de tudo isso por simplesmente lembrar, de jeito nenhum, a questão é que eu não quero esquecer de nada do que eu vivi contigo. Acho que lembrar cada detalhe, cada palavra, expressão ou sorriso teu diferente naquela noite faz eu me aproximar de ti de certa forma, é o que compensa um terço de toda a falta que teu calor me faz nesses últimos dias.
        Sejamos francos, essa saudade ta me enlouquecendo a cada minuto! Mas é uma saudade tão grande que eu nunca achei que fosse possível sentir por alguém, e olha só, eu sinto por você. Mais uma vez tava errada, achando que sabia de tudo e que não sentia nada que não queria... Mas aí você apareceu e fez meu mundo virar de ponta cabeça ao mesmo tempo em que girava devagar toda vez que você falava meu nome. Que coisa, né? Como é que alguém pode simplesmente entrar na tua vida e mudar tudo pra gente só perceber depois que não tem mais volta? Depois que já se apaixonou e também não quer mais voltar?
          E é justamente isso que eu quero, que você venha e bagunce tudo, me deixe cada vez com mais vontade, cada vez querendo mais ter você por perto, que me deixe sem dormir só por não conseguir parar de pensar em você, que me faça sentir tua falta antes mesmo de ir embora, quero que deixe minha vida de pernas pro ar pra eu sentir coisas das quais já não acreditava mais. Pra eu sentir meu coração, já quente, pulsando cada vez mais rápido por sentir tua presença, minha respiração acelerada, minha cabeça desnorteada e aquele frio na barriga que insiste em aparecer toda vez que eu lembro que muito em breve eu vou me sentir completa de novo. Porque eu gosto é do estrago, da loucura, do drama de depois, de me sentir amada e de amar esquecendo todo o resto.
          E eu sei que é só com você que eu tenho isso, só você me faz sentir assim. Entende que é apenas contigo que as coisas funcionam, que eu consigo ser feliz, que eu engulo tudo o que já havia dito antes sobre não acreditar no amor, ainda mais nele sobrevivendo a distâncias. Não importa se eu não tiver mais nada, porque eu tenho você e não importa se eu não tiver isso com mais ninguém, porque o que eu tenho com você não se encontra em qualquer esquina perdido por aí.

Eu amo o motivo do meu sorriso, ou como queira, EU AMO VOCÊ.